10 de set de 2010

Box Jellyfish


  • Box Jellyfish - A maior arma mortal dos mares

Um dos mais mortais animais na face da Terra, também chamada de "Sea Wasp".
Essa água-viva, com corpo meio quadrado, habita o Norte e Nordeste da Austrália, e pode ser encontrada por toda a extensão da Barreira de Corais, ou seja: Por cerca de 2.000 Km.
A toxina presente nos tentáculos que chegam à muitos metros de comprimento, é tão forte, que os poucos sobreviventes de um encontro com uma Box Jellyfish, descrevem a dor mais como um choque elétrico constante, do que uma queimadura. Após o contato, a pessoa provavelmente sairá do mar gritando, e irá desmaiar na areia com marcas no corpo, como se fossem chicotadas. Dependendo da extensão da área afetada, parada Cárdio-Respiratória, ocorre em menos de 3 minutos, sendo necessário a aplicação de respiração boca a boca e compressão torácica.
Aconselha-se não abandonar a vítima para buscar socorro, e sim conseguir de alguma forma, que outros o façam.
A Box Jellyfish é responsável na Austrália por mais mortes que Tubarões, Crocodilos e Cobras. Não existem antídotos conhecidos, porém a aplicação de vinagre na área atingida reduz um pouco a dor, até que uma ambulância chegue ao local. Atenção médica para salvar a vítima é indispensável.

Dica: Jamais tente sem estar usando luvas de borracha, retirar os tentáculos enrolados em uma pessoa, pois serão 2 candidatos à ir pro céu. Igualmente, ao tentar ressuscitar a vítima, tome muito cuidado para seu corpo não entrar em contacto com as áreas afetadas ou partes da Box Jellyfish.
Atuando sobre o sistema nervoso, pode provocar na vítima, no espaço de minutos, uma transpiração abundante, cegueira, falta de ar e morte. Alguns biólogos classificaram o veneno deste como o mais potente de todos. Nos últimos 25 anos, 60 pessoas morreram enquanto tomavam banho nas praias de Queenslândia, na Austrália, por terem tocado nestas medusas.
A Box Jellyfish se reproduz dentro dos vários manguezais e rios na região de Cairns, Port Douglas e imediações, tendo aumentado muito em número a cada ano que passa. Segundo cientistas, uma possível causa, seria a diminuição de Tartarugas Marinhas, principal predador da Box Jellyfish, já que o casco duro forma uma proteção natural. Felizmente a Box Jellifish só aparece durante o verão entre Novembro e Março. Na região, algumas praias são cercadas com redes para a proteção dos banhistas. Lojas de material esportivo ou pesca, vendem roupas completas (parecida com a dos surfistas) que constituem uma proteção para o corpo, desde que se mantenha a cabeça fora d'áqua.

Curiosidade: À poucos anos atrás, um ciclone se formava no Oceano Pacífico ainda bem distante da costa. Ao mesmo tempo foi registrado em filme uma curiosa migração em massa de milhares de Box Jellifish do mar para dentro dos rios e manguezais. O mar ficou literalmente livre de águas-vivas. Este fato intrigou os cientistas, que apesar de saberem da existência do ciclone, não tinham noção da direção ele iria seguir, ou até mesmo se iria se dissolver. O fato é que 48 horas depois, a região sofreu um dos piores ciclones da história. De que forma a BoxJellyfish previu o evento permanece um mistério.
Última casualidade: Janeiro de 2006 - Uma menina de 9 anos estava com a família numa praia abrigada no Nordeste da Austrália. Saiu da água gritando e caiu na areia. Os pais ainda a levaram para o hospital mas ela chegou sem vida.




CONFIRA OS VÍDEOS:



FONTE: PORTAL OCEANIA  


OUTRAS MATÉRIAS

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails