11 de set de 2010

CASOS FAMOSOS 1

CASOS FAMOSOS 1

  • Caso Antonio Vilas Boas (Brasil)

Foi um dos primeiros casos de abdução mais profundamente estudado. Segundo Antonio, já falecido, numa noite de 1957 enquanto arava as terras da fazenda de sua família em Minas Gerais, uma nave teria se aproximado e seus ocupantes o teriam levado à força para dentro da mesma. O fato mais marcante desse relato seria a relação sexual que teria mantido com uma ocupante da nave por iniciativa da mesma e aceito por Antonio. Não havendo comunicação verbal entre eles, a ocupante teria, após o ato sexual, apontado para seu próprio ventre e em seguida para cima. Um ato bastante sugestivo. Seria um entre tantos relatos posteriores, não fosse o fato de Antonio ter sido estudado pelo governo americano, viajando várias vezes para os Estados Unidos.
  • Caso Barney e Betty Hill (EUA)

No ano de 1961, o casal Hill voltava de férias quando seu carro foi abordado por uma nave e seus ocupantes os levaram para dentro da mesma, sendo separados lá dentro. Betty teria passado por uma bateria de exames médicos similares aos nossos, indo de
coleta de sangue até exame ginecológico. Antes de serem devolvidos, algumas horas mais tarde, ela conseguiu manter um diálogo com os ocupantes da nave e perguntou-lhes sua origem. Foi-lhe mostrado um mapa estelar holográfico, tridimensional, com supostas rotas entre a estrela de origem dos extraterrestres e outros sistemas. Esse caso é extremamente importante dentro da casuística ufológica, pois tempos depois, sob hipnose, Betty reproduziu o tal mapa. Nada demais não fosse o fato que descobertas astronômicas feitas anos mais tarde confirmaram dados constantes de seu mapa. De onde teria ela conseguido tais informações?
  • Caso Travis Walton (EUA)

A importância desse caso reside no fato que, a princípio, foi tratado como um possível assassinato seguido de ocultação de corpo.
Assim sendo, todos os recursos policiais foram usados para averiguar a veracidade dos depoimentos, inclusive polígrafos (detectores de mentira). E todas as investigações apontaram os depoimentos como sendo verdadeiros.
Ao final de um dia de trabalho no ano de 1975, um grupo de lenhadores viram de sua caminhonete uma estranha luminosidade à beira da estrada. Travis, movido pela curiosidade, aproximou-se sendo atingido no peito por uma espécie de raio que vinha daquilo que já se mostrava como sendo uma nave. Caindo desacordado, seus colegas fugiram amedrontados. Em meio à confusão mental que seria natural numa situação dessas, resolveram dar meia-volta na caminhonete e ajudar seu colega. Para surpresa de todos, Travis, assim como a nave, havia desaparecido. Por seis dias foram vistos como possíveis assassinos de Travis, sendo investigados com minúcias não apenas pela polícia local, como pela polícia estadual. Mas, após esse período, Travis Walton reaparece, vivo e totalmente atordoado. Lembraria mais tarde que fora seqüestrado, passado por vários exames e devolvido.

  • Abdução de Travis no filme Fire in the Sky




Ainda quanto a casos de encontros não amistosos vale lembrar a onda ufológica de meados dos anos 70 na Amazônia brasileira, em especial no estado do Maranhão. Várias pessoas teriam sido vítimas de UFOs que emitiam uma espécie de raio, fazendo-as desenvolver desde manchas não explicadas no corpo até anemia. Por isso foi a onda chamada de fenômeno chupa-chupa, gerando livros de pesquisadores de renome internacional e até mesmo uma operação secreta da força aérea brasileira com o intuito de averiguar o que lá acontecia, em 1977.
Mas tão ou mais polêmico quanto as abduções são os contatos pacíficos com as supostas entidades extraterrestres. Nessa categoria, podemos, grosso modo, dividir em duas formas de contato.
Há aqueles que são chamados de contatados, pois, segundo alegam, mantém contatos regulares com seres de outros planetas e/ou dimensões. Dois casos clássicos seriam os de George Adamsky e o de Eduard "Billy" Meier. O primeiro afirmava, na década de 1950, manter contato com seres provenientes do planeta Vênus. Tornou-se uma celebridade no meio ufológico na época, pois foi um dos primeiros a alegar tais contatos. O segundo ficou mais conhecido pelas inúmeras fotos e filmes que teria feito de naves provenientes da constelação das Plêiades. Ainda hoje muito se discute sobre Meier, pois embora várias fotos e filmes não resistam a um exame mais apurado, há ainda um certo número que ninguém conseguiu provar definitivamente ser uma fraude.

OUTROS CASOS

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails